Municípios piauienses suspendem festividades carnavalescas para evitar 2ª onda da Covid-19
13/01/2021 14:43

Mesmo a um mês para a comemoração oficial do Carnaval, pelo menos quatro municípios piauienses já anunciaram a suspensão das festividades para conter o avanço da Covid-19 no Piauí. Além da capital, Teresina, os municípios de Campo Maior, Picos e Floriano também suspenderam a programação para o mês de fevereiro, após a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) propor o adiamento do Carnaval devido ao risco de proliferação do vírus.

Após a declaração do secretário de Turismo, Flávio Júnior (PDT), propondo o adiamento das festividades do Carnaval para o mês de junho, a Prefeitura Municipal de Teresina (PMT) acatou a recomendação e anunciou a suspensão das comemorações, previstas para ocorrerem inicialmente entre os dias 13 e 16 de fevereiro.

"Meu desejo e recomendação é para que não haja, neste momento, nem Corso nem Carnaval. Em obediência aos decretos e protocolos do poder executivo do Estado, iremos seguir nessa mesma linha, sem aglomerações que causem repercussão negativa em relação a vida das pessoas", disse o prefeito da capital, Doutor Pessoa (MDB).

No município de Campo Maior, o recém-empossado prefeito Joãozinho Félix (MDB), também assinou um decreto para suspender o Carnaval no município. Além da suspensão das festividades, o decreto também determinará medidas visando conter a disseminação da Covid-19 no município.

Na cidade de Picos, o prefeito Gil Paraibano (Progressistas) determinou a suspensão das festividades carnavalescas e juninas. O gestor também determinou a suspensão das festas, shows e eventos promovidos pela administração municipal.

No município de Floriano o prefeito Joel Rodrigues (Progressistas) também determinou a suspensão das comemorações carnavalescas devido a pandemia. Em publicação nas redes sociais o gestor anunciou a medida.

"A partir da situação epidemiológica atual do país e de uma discussão com o governo, anunciamos, que não haverá o Carnaval 2021 em Floriano e que as medidas para o período em relação a eventos particulares dependerá dos números epidemiológicos do final de janeiro. Vamos torcer para o Brasil e Floriano esteja bem para que as festividades do aniversário da cidade, em julho, compensem todas as alegrias suprimidas", disse o prefeito.

Além das medidas de suspensão do carnaval, alguns municípios piauienses já decretaram estado de calamidade pública e lockdown parcial devido ao avanço da proliferação do vírus. Na cidade de Guadalupe, município distante 336km da capital, a prefeita Neidinha (PSD) determinou medidas de contenção durante todo o mês de janeiro.

O documento, publicado no dia 10 de janeiro, estabelece o estado de calamidade até o dia 31 de janeiro de 2021, além de medidas de isolamento social durante o período de 11 a 17 de janeiro.

O documento ainda estabelece a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção facial sempre que houver a necessidade de sair de casa, deslocar-se em via pública ou permanecer em espaços onde circulam outras pessoas.

No estado do Piauí, conforme os dados da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), já foram confirmados 148.867 casos da Covid-19, distribuídos em todos os municípios piauienses. Já os óbitos pelo novo coronavírus chegam a 2.922 e foram registrados em 202 municípios. Até agora, morreram 1.714 homens e 1.208 mulheres.

Com informações Parlamento Piauí

RUA DESEMBARGADOR MOTA, S/N - BAIRRO MONTE CASTELO/TERESINA-PI / CEP 64016-270 - TELEFONE (86) 3326 2300. Copyright © 2019 - TV Assembleia - Assembleia Legislativa do Piauí