Saiba quais os pratos típicos mais pedidos no período junino
04/06/2019 14:35

Um dos períodos mais deliciosos chegou. Nas festas juninas, durante o mês de junho, muitas pessoas aproveitam para comer paçoca, queijadinha, cuscuz, bolo de milho, entre outras delícias. Mas a nutricionista Nattane Veloso alerta para não exagerar e escolher opções mais saudáveis. Mas as tentações são as mais diversas.

Em rede especializada, por exemplo, as pessoas podem se deliciar com os bolos de macaxeira, canjica, mingau maranhense, cuscuz baiano, manuê, beiju. A nutricionista orienta que as pessoas até podem abusar desses produtos na sua forma natural para manter a forma ideal para saúde de cada um.


Comidas típicas de Festa Junina

Com a chegada no Brasil, em meados do século XVII, as Festas Juninas foram aos poucos absorvidas pela cultura dos brasileiros e também adquiriram diversos aspectos que já eram comuns a esse povo. Além das danças em volta da Fogueira de São João, as comidas são ícones importantes dessa comemoração.

Milho

A origem histórica das tradições juninas é a Europa, quando os agricultores realizavam festas para comemorar as colheitas. Em Portugal, a tradição é celebrar a colheita do trigo, que acontece no verão europeu, entre os meses de junho e setembro. Com a colonização do Brasil, o costume foi introduzido aos poucos por aqui.

No entanto, o Brasil não era um grande produtor de trigo na época, por isso, as festas começaram a ser celebradas com outro grão, o milho. Atualmente, o item serve de base para quase todos os alimentos consumidos nas festas juninas. Além do milho cozido em si, outras comidas derivadas desse grão, como canjica, pipoca, curau e o bolo de milho ou fubá, são servidas durante os festejos.

Há pratos feitos de milho que variam conforme a região, como a pamonha, mais comum nos estados de Goiás e Minas Gerais, e a polenta, tradicional entre os gaúchos. Já os nordestinos costumam usar o milho para fazer cuscuz, que pode ser consumido com carne-seca ou ovo cozido.

Amendoim

Entre as guloseimas feitas com amendoim estão o pé de moleque e paçoca
Entre as guloseimas feitas com amendoim estão o pé de moleque e paçoca

Servido com sal ou açúcar, o amendoim torrado é apreciado por muita gente nos festejos, mas não é só isso! A iguaria também é base para guloseimas como a paçoca doce, feita com farinha de mandioca e açúcar.

pé de moleque é outra amostra do que pode ser feito com o amendoim. Nesse caso, mergulhado em melado de rapadura. Além disso, outros pratos, como a canjica, levam o amendoim para incrementar o sabor.

Bolos

bolo de mandioca (macaxeira ou aipim), também conhecido por mané pelado, é um dos patrimônios das quermesses juninas. As explicações para um título tão curioso são várias. A mais comum diz que o nome homenageia um agricultor que, por superstição, colhia mandioca nu.

Há ainda a presença cada vez mais comum do chocolate nas festas juninas. A nega maluca é uma prova. O bolo cremoso é feito com muito chocolate na massa e ainda leva uma cobertura generosa de calda e granulado.

Outro ingrediente que pode ser usado em diversos pratos é o coco, que é incluído nas receitas de canjica e mané pelado. No entanto, o bolo de coco por si só é uma comida junina comum em diversas regiões do Brasil.

Outros

A maçã mergulhada em calda de açúcar, com um cabo de palito de picolé, dá origem à Maçã do Amor e faz sucesso entre os casais. Já o pão, cortado ao meio e recheado com molho de salsicha, o famoso cachorro-quente, também está incluído no cardápio das festas de junho.

Podemos destacar ainda a batata-doce, que é assada na brasa da fogueira. A lista é extensa, varia conforme a região e inclui itens como pinhão cozido, arroz-doce, bom-bocado e queijadinha.

Graças ao clima, que é frio em boa parte do país durante o mês junho, o quentão também é tradicional nas festas. Essa bebida, como o próprio nome já diz, é servida quente, sendo muito comum nos estados da região sul do Brasil. Feita de gengibre, canela e pinga ou vinho, faz sucesso nas comemorações. (Rafael Batista)


Edição Site TV Assembleia

Fonte: TV Assembleia/Brasil Escola
Imagem: Roniel Matos - TV Alepi
Videorreportagem: Thiago Moraes

RUA DESEMBARGADOR MOTA, S/N - BAIRRO MONTE CASTELO/TERESINA-PI / CEP 64016-270 - TELEFONE (86) 3326 2300. Copyright © 2019 - TV Assembleia - Assembleia Legislativa do Piauí