OMS alerta para possibilidade de novo surto de gripe
12/03/2019 09:44

Segundo a organização, o mundo irá inevitavelmente enfrentar outro surto de gripe e é preciso estar preparado e vigilante. “A ameaça de gripe está sempre presente”, afirmou Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS.

O último surto de gripe mundial ocorreu entre 2009 e 2010 e foi causado pelo vírus H1N1. Os estudos realizados sobre este surto revelaram que, pelo menos, uma em cada cinco pessoas no mundo estava infetada no primeiro ano.

As gripes causadas por vírus infetam milhares de milhões de pessoas todos os anos, em surtos sazonais. Deste número, cerca de 3 a 5 milhões são casos graves.

A OMS afirmou que o próximo surto de gripe é “uma questão de quando, e não de se”.

Face a esta ameaça, a OMS elaborou um plano global que sublinha três principais objetivos: a proteção da população mundial, a implementação de bons serviços nacionais de saúde e a vigilância da população.

As medidas implementadas para a proteção da população mundial passam pela investigação e pelo desenvolvimento de novas ferramentas de diagnóstico, vacinas e tratamentos para a gripe.

Por sua vez, através do apoio da OMS para fortalecer a capacidade de cada país no combate ao vírus da gripe, os governos devem implementar planos nacionais de saúde que deem cobertura a toda a população.

Por fim, a OMS recomenda a vacinação anual como forma de vigilância e prevenção, especialmente a pessoas que trabalham na área da saúde e a pessoas mais vulneráveis (idosos, crianças e doentes crónicos), de forma a reduzir a transmissão, a morbilidade e a mortalidade.

A OMS atua em programas contra a gripe há mais de 65 anos, através de um sistema global de vigilância e resposta à gripe. Esta iniciativa envolve parcerias com centros de investigação de vários países, que aumentam a pesquisa, a inovação e a disponibilidade de ferramentas eficazes contra a gripe e outras infeções.





Fonte: RTP
RUA DESEMBARGADOR MOTA, S/N - BAIRRO MONTE CASTELO/TERESINA-PI / CEP 64016-270 - TELEFONE (86) 3326 2300. Copyright © 2019 - TV Assembleia - Assembleia Legislativa do Piauí